Atividade da Campanha Rede do Bem 2021 na Escola Comunitária Fonte do Saber, bairro Vila Embratel. Atividades: Oficinas para os alunos com orientações sobre nutrição, atividade física, espiritualidade, higiene bucal/corporal, relacionamento familiar, atividades lúdicas (contação de histórias, teatro, música, dança) e responsabilidade socioambiental; Palestra para os pais; lanches; brinde especial para as famílias presentes. Público-Alvo: 115 crianças de 4 a 11anos de idade e 103 famílias. Parceiros/as: Biblioteca Benedito Leite; SESC; ADRA; Arquidiocese; Você Em Cena; Instituto Ruy Palhano; Estância Bela Vista; Casa da Mulher Brasileira; SEDUC e SEMED.

 

Abertura da Campanha Rede do Bem: Estamos Aqui para Ajudar!, no dia 01 de setembro de 2021, com plantio de árvores na Praça 1º de Maio, no Bairro Vila Embratel. Presença de  membros do Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio – FEPAS, de autoridades e comunidade do bairro. 

 

O Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos, ofereceu no dia 06 de maio, de forma virtual, palestra do projeto Conhecendo e Divulgando os Direitos Humanos. A  promotora de justiça Cristiane Maia Lago, idealizadora do projeto,  foi a palestrante, discorrendo sobre o tema "Direitos Humanose Cultura de Paz".  Professores e alunos da  escola pública Centro de Ensino Renascença participaram da atividade.

No período de 8 a 10 e 15 a 19 de março, o Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio (FEPAS/MA), atualmente coordenado pelo Ministério Público do Maranhão, por meio da promotora de justiça Cristiane Lago, realizou atendimento psicossocial gratuito, via telefone. A ação contou com parceria de profissionais autônomos, do Instituto Ruy Palhano e da Clínica Estância Bela Vista.

O Ministério Público do Maranhão,  por meio do Centro de Apoio Operacional de Defesa dos Direitos Humanos, realizou no dia 10 de março, de forma virtual, uma atividade do projeto Conhecendo e Divulgando os Direitos Humanos. A atividade foi conduzida pela promotora de justiça Cristiane Maia Lago e teve a participação de professores e alunos de escola pública.

A implementação de um projeto de educação ambiental em São Luís foi tema de reunião realizada, na manhã da quinta-feira do dia 18 de fevereiro de 2021, entre a promotora de justiça Cristiane Lago, coordenadora do Centro de Apoio Operacional de Direitos Humanos, o presidente do Instituto Municipal da Paisagem Urbana, Walber Pereira, e o presidente do Fórum Estadual de Educação Ambiental, Sálvio Dino.

O objetivo da reunião foi traçar estratégias para execução do projeto, que deve envolver também representantes da sociedade civil. No âmbito do MPMA, o projeto tem transversalidade com a Campanha Rede do Bem: Estamos Aqui para Ajudar! – Campanha de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, tendo em vista a ideia de que uma cidade arborizada, bela e agradável contribui muito para o bem-estar físico e mental dos seus moradores.

O Ministério Público do Maranhão, por meio do Centro de Apoio Operacional de Direitos Humanos, realizou no dia 20 de janeiro uma live alusiva ao Janeiro Branco, mês dedicado aos cuidados com a saúde mental. A live  foi transmitida pelo instagram @rededobemfepasma, e conduzida pela Promotora de Justiça e Coordenadora do CAOP/DH, Dra. Cristiane Lago.

Em 24 de setembro de 2020: Reunião com a coordenadora do CAOP/DH, Promotora de Justiça Dra. Cristiane Lago e os gestores do IEMA – Rio Anil para planejar o trabalho das ações da Rede do Bem – Estamos Aqui para Ajudar nas escolas, bem como as ações do Projeto Conhecendo e Divulgando os Direitos Humanos.  Fruto da reunião, houve a realização do Webinar “Práticas Restaurativas e Cultura de Paz”, no dia 22 de outubro de 2020, uma realização da SEDUC, IEMA-Rio Anil e UNESCO.

Cerimônia de premiação para uma das vencedoras do Concurso de Fotografia, Catarina Souza Campos, aluna do Colégio Liceu Maranhense. O concurso, com a temática "Natureza", foi direcionado aos estudantes da rede pública estadual de ensino de todo o estado do Maranhão e integrou a campanha “Rede do Bem – Estamos Aqui para Ajudar ” – 2020.  As outras vencedoras foram Eivilly Beatriz Sousa Batista, do município de Açailândia – MA e Mylena de Brito Barros, do município de Estreito – MA.

Presentes Catarina Souza e sua mãe; Gestores do Colégio Liceu Maranhense; Representantes dos patrocinadores Instituto Ruy Palhano e Instância Bela Vista; Promotor de Justiça da Educação, Dr. Lindonjonson Gonçalves; Diretora da Escola Superior do Ministério Público, Dra. Karla Holanda; Diretora do Centro Cultural e Administrativo do Ministério Público, Sra. Dulce Serra; Integrantes do Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio – FEPAS e a Coordenadora do Fórum e do CAOP/DH, Dra. Cristiane  Lago.

A divulgação dos alunos vencedores foi realizada na Live Musical Beneficente com o cantor maranhense Marquinho Leite, que arrecadou fundos que foram convertidos em cestas básicas e kits de higiene pessoal para as instituições filantrópicas cadastradas no FEPAS.

Atividades da   Campanha “Rede do Bem: Estamos Aqui para Ajudar!” – 2020. Na AMPEM,  02 de setembro,  entrega de caixas de álcool em gel para as instituições filantrópicas cadastradas no Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio - FEPAS em 2020, doadas pela empresa Plastik. Instituições beneficiadas: Casa da Criança Menino Jesus (TJMA); Lar do Idoso - Asilo de Mendicidade de São Luís; Amigos dos Pobres (Associação Shalom); Escola de Cegos do Maranhão (ESCEMA); Desafio Jovem do Maranhão (DJOMA); Centro de Obras Sociais Frei Antonio Sinibaldi - Igreja Católica; Projeto Social Ação Lutando por Valores. Presentes a coordenadora do CAOP/DH e do Fórum,Dra. Cristiane Lago, o Presidente da AMPEM, Dr. Gilberto Camara França Junior, representantes do Fórum e das instituições filantrópicas.

Dia 09 de setembro de 2020: entrevista à imprensa sobre o projeto Troca do Bem, onde ocorreu a troca de alimentos ou produtos de higiene por máscaras de proteção, em benefício de instituições filantrópicas. Presentes Dra. Cristiane Lago; o Procurador-Geral de Justiça, Dr. Eduardo Nicolau e a Diretora do Centro Cultural e Administrativo do MPMA, Sra. Dulce Serra.

Solenidade de encerramento da Campanha REDE DO BEM – 2020, no dia 29 de setembro, com a entrega de cestas básicas e kits de higiene para as instituições filantrópicas beneficiadas. Presentes Dra. Cristiane Lago; Representantes das instituições beneficiadas; Integrantes do FEPAS; Presidente da AMPEM; Patrocinadores (Fribal e Instância Bela Vista); Secretário Estadual de Relações Institucionais, Dr. Enos Henrique Nogueira Ferreira e outras autoridades.

Lives sobre Saúde Emocional e Mental do Educador, uma parceria entre o Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio, Tribunal de Justiça do Maranhão e Escola Superior da Magistratura do Maranhão – ESMAM. As lives integraram os trabalhos do Setembro Amarelo de 2020 - mês de prevenção ao suicídio, no contexto da Campanha “Rede do Bem: Estamos Aqui para Ajudar!” – 2020. 

Abertura da  Campanha “Rede do Bem: Estamos Aqui para Ajudar!” - 2020, no dia 01 de setembro de 2020, com plantio simbólico de mudas de ipês amarelos, no Parque do Bom Menino. Estiveram presentes a coordenadora do CAOP/DH, Promotora de Justiça Dra. Cristiane Lago e representantes das instituições integrantes do Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio.

Premiação do Concurso de Desenho e Poesia da Campanha “Quem Escolhe o Seu Caminho? Você ou as Drogas?”, no dia 30 de junho de 2020, na sala do Conselho Superior do Ministério Público. O concurso foi realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Educação. Presentes a idealizadora da campanha e coordenadora do CAOP/DH, Dra. Cristiane Lago; o Procurador-Geral de Justiça, Dr. Eduardo Nicolau; o Secretário Estadual de Educação, Dr. Felipe Camarão e ainda os gestores escolares e alunos vencedores, premiados com notebooks. Todas as escolas participantes do concurso receberam um kit de livros sobre prevenção às drogas para suas respectivas bibliotecas. 

Realização da  Campanha “Rede do Bem: Estamos Aqui para Ajudar!”, idealizada e coordenada pela Promotora de Justiça Cristiane Maia Lago, em parceria com o Fórum Estadual de Prevenção da Automutilação e do Suicídio. Lançada no dia 10.09.2019, durante todo o dia, com atividades nos seguintes espaços: Centro de Criatividade Odylo Costa Filho; Praça Nauro Machado; Casa de Cultura Huguenote Daniel de La Touche; Escola de Capoeira Mandingueiros do Amanhã.

Debate Diálogos Republicanos: A Atual Política Nacional sobre Drogas, com o palestrante Quirino Cordeiro, Secretário Nacional de Cuidados e Prevenção às Drogas do Ministério da Cidadania. Aconteceu no dia 19.06.2019, no auditório do Centro Cultural do Ministério Público, às 09h.

O procurador-geral de justiça Luiz Gonzaga Martins Coelho participou da abertura do evento. A promotora de justiça Cristiane Maia Lago, coordenadora do CAOP/Direitos Humanos, mediou a discussão, que contou com a participação de Célio Barbosa, presidente da Federação Norte e Nordeste de Comunidade Terapêutica; Fernanda Fernandes, Advogada e Marcos Pacheco, médico sanitarista e Secretário de Estado de Políticas Públicas.

Temas como acolhimento de adolescentes, financiamento e fiscalização de comunidades terapêuticas, ações de prevenção às drogas, tratamento de usuários e integração dos trabalhos realizados pelas instituições e entidades foram alguns dos temas abordados.

Roda de Conversa “Violência de Gênero sob a Perspectiva dos Direitos Humanos”, Colóquio Brasil – Espanha, com a palestrante Professora Dra. Maria Esther Martinez Quinteiro, da Universidade de Salamanca, na Espanha, e da Universidade Portucalense Infante D. Henrique, de Portugal, que é uma referência internacional no debate sobre a violência de gênero. Aconteceu no dia 23.05.2019, no auditório do Centro Cultural do Ministério Público, às 17h.

A promotora de justiça Cristiane Maia Lago, coordenadora do CAOP/Direitos Humanos, mediou a discussão, que contou com a participação da Deputada Estadual Helena Duailibe, procuradora da Mulher na Assembleia Legislativa.

Na abertura, estiveram presentes o procurador-geral de Justiça em exercício, Dr. Francisco das Chagas Barros, o Diretor da Escola Superior do Ministério Público, Márcio Thadeu Silva Marques e a promotora de justiça Karla Adriana Farias Vieira, membro auxiliar da Escola Superior do Ministério Público, que fez a apresentação da professora espanhola.

O evento teve como público-alvo estudantes de direito e outras áreas, operadores do sistema de justiça, membros e servidores do MP, estudantes do Ensino Médio, profissionais da área da educação.

Roda de Conversa e Lançamento do livro “Drogas, Crimes e Prisões”, do autor Alan Paiva, no dia 22.05.2019, no auditório do Centro Cultural do Ministério Público, às 16h.

A Promotora  Cristiane Maia Lago, coordenadora do CAOP/Direitos Humanos, mediou o debate, após a palestra de Alan Paiva, que apresentou as ideias contidas em seu livro, no qual investiga as raízes da criminalidade e o fenômeno do encarceramento em massa diretamente relacionado com a política de guerra às drogas que atinge, principalmente, a juventude pobre e negra.

O autor questiona a prisão no combate à violência, com o mito da ressocialização, mostrando a realidade das nossas prisões superlotadas. Discorre sobre algumas medidas que poderiam ser adotadas para mudar a realidade trágica do nosso sistema prisional e a necessidade de tratar com dignidade os encarcerados, refletindo sobre o processo de desumanização das relações sociais que estamos vivenciando, reflexão que leva a questões imprescindíveis sobre o projeto de  sociedade que está sendo construído.

Roda de Conversa sobre Depressão, Suicídio e Automutilação em Mulheres, no dia 25.03.2019, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. Objetivo: levar aos/às servidores/as do MPMA conhecimentos e formas de prevenção sobre os problemas abordados.

Palestrantes: Tenente Cel. Cristiane Castro, psicóloga da Polícia Militar e Psiquiatra Ruy Palhano. Mediadora: Promotora Dra. Cristiane Maia Lago, coordenadora do CAOP/Direitos Humanos.

Na abertura, presentes membros do CAOP/DH, Dra. Lana Pessoa e Dra. Selma Martins, Promotoras de Justiça; o procurador-geral de Justiça, Dr. Luis Gonzaga Coelho e a Sub-Procuradora para Assuntos Administrativos, Dra. Mariléa Campos dos Santos Costa. O Gabinete Médico de Saúde do MPMA também organizou o encontro.

Ao final, houve oferecimento de serviços de beleza e terapias de relaxamento às servidoras do MPMA.



Seminário Estadual do Sistema de Proteção à Vida, nos dias 31.10 e 01.11.2018, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. Objetivo: discutir estratégias para aprimorar a assistência e proteção de vítimas e testemunhas ameaçadas, contribuindo para o combate ao crime e à impunidade.

Parcerias:  Secretaria Estadual de Direitos Humanos e Participação Popular (SEDIHPOP), Secretaria Estadual de Segurança Pública, Defensoria Pública Estadual, Ordem dos Advogados do Brasil no Maranhão, Sociedade Maranhense de Direitos Humanos e Centro de Defesa Padre Marcos Passerine.

Na abertura, presentes a coordenadora do CAOP/DH, Dra. Lana Pessoa; o procurador-geral de Justiça, Dr. Luis Gonzaga Coelho; o diretor da Escola Superior do MP, promotor de justiça Dr. Márcio Thadeu Silva Marques; o secretário estadual de direitos humanos, Dr. Francisco Gonçalves; a coordenadora do UNICEF no Maranhão, Ofélia Ferreira  Silva, que lançou a campanha “Educação em Direitos Humanos”, cujo foco é reaproximar o conceito de Direitos Humanos ao cotidiano das pessoas.

Ao final, houve o lançamento do compêndio “Marcos Legais do Sistema de Proteção à Vida”, organizado pela Dra. Lana Cristina Barros Pessoa.

Seminário Estadual de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida, no dia 28.09.18, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. Público-Alvo:  estudantes, profissionais da educação, saúde, segurança pública, assistentes sociais, membros do MP, servidores.

Presentes os parceiros do Fórum Estadual de Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida, nos turnos matutino e vespertino, discutindo assuntos  como "Suicídio: Atualidades e Desafios"; "Rede de Cuidados e Valorização da Vida";  “Vulnerabilidade Familiar em Tentativas de Suicídio” e "Prevenção ao Suicídio em Multicontextos."

Participaram da Mesa de Abertura a Coordenadora do CAOP/DH promotora de justiça Dra. Lana Cristina Barros Pessoa; o procurador-geral de Justiça, Dr. Luiz Gonzaga Coelho; o diretor das Promotorias de Justiça Dr. Paulo Silvestre Avelar Silva; o diretor da Escola Superior do Ministério Público, Dr. Márcio Thadeu Silva Marques; a tenente-coronel Cristiane Castro da Silva Luna, representando o comandante-geral da Polícia Militar, Cel. Luongo e o coordenador-geral do Conselho Regional de Pasicologia (CRP), Kyelce Neto.




Seminário Conhecendo a História, no dia 07.11.17, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. Público-Alvo: Secretário Municipais de Educação. Objetivo: que incluam no currículo das escolas o ensino da temática História e Cultura Africana, Afro-Brasileira e Indígena.

Presentes os parceiros do Projeto Conhecendo a História: CAOP/Educação, SEIR, SEMED - São Luis, SEDUC, NEAB/UFMA, COMAFRO, UNIQUITA, FEDERMA, Fuindação Josué Montello, Conselho Estadual de Educação, Movimento Negro Unificado, Centro de Cultura Negra.

Participaram da Mesa de Abertura a Secretária Adjunta de Igualdade Racial, Dra. Socorro Guterrres; o Secretário Estadual de Educação, Dr. Felipe Camarão; a Coordenadoras do CAOP/DH e CAOP/Educação Dra. Sandra Elouf e Dra. Érica Beckman; Dra. Lana Pessoa, do Núlceo de igualdade Étncio-Racial do CAOP/DH; o Procurador-Geral de Justiça, Dr. Luiz Gonzaga Coelho, o Defensor Público Geral Dr. Werther de Moraes; Dra.  Ilma Fátima de Jesus, representando a SEMED São Luis; Professor Carlos Benedito, do NEAB/UFMA; Sr. Antonio Magno, Presidente da UNDIME.

O HIno Nacional foi cantado por Gisele Padilha, acompanhada pelo som do tambor tocado pelo músico João Vítor Padilha. Também houve particpação artística do servidor Bento Lima, do CAOP/DH.

Café com a Imprensa, no dia 12.09.17, na sede da AMPEM, para apresentar o trabalho do Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida

Em pauta, o chamamento aos profissionais da comunicação para trabalharem com mais cuidado, sensibilidade e responsabilidade as notícias de suicídio que veiculam em seus veículos. O evento integra a programação do Setembro Amarelo, mês dedicado aos trabalhos e campanhas de prevenção ao suicídio.

Presentes alguns parceiros do Grupo:  Conselho Regional de Psicologia, Secretarias Estaduais de Educação, Saúde, Direitos Humanos, Segurança Pública;  Secretarias Municipais de Saúde e de Educação,  Defensoria Pública,  Tribunal de Justiça,  Fundação Josué Montello,   Associação Médico-Espírita do Maranhão,  Deputado Wellington do Curso, Sindicato dos Jornalistas, OAB/MA, Promotor de Justiça da Educação, Dr. Paulo Avelar; Procurador Geral de Justiça, Dr. Luiz Gonzaga Martins; Presidente da AMPEM, Dr. Tarcísio Bonfim; Secretário para Assuntos Institucionais do MPMA, Dr. Marco Antonio Amorim; Diretor da Procuradoria Geral de Justiça, Dr. Emannuel Soares. Coordenadora do CAOP/DH, Dra. Sandra Elouf.



Reunião do Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Prevenção ao Suicídio e Valorização da Vida, realizada no dia 22.08.17, na Sala de Videoconferência da Procuradoria Geral de Justiça, às 09h00. Em pauta, a organização dos eventos voltados para o Setembro Amarelo, mês dedicado aos trabalhos e campanhas de prevenção ao suicídio.

Presentes representantes da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa e da OAB/MA, dos Conselhos Regionais de Medicina, Psicologia, e Enfermagem, da Secretarias Estaduais de Educação, Saúde, Direitos Humanos, Segurança Pública, da Secretaria Municipal de Saúde, representantes da Polícia Militar,  Defensoria Pública,  Tribunal de Justiça,  Fundação Josué Montello, UNDIME - União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação,  Associação Médico-Espírita do Maranhão, Igreja Peniel Missão,  Instituto Ruy Palhano e CAOP/DH.



Seminário sobre Direitos LGBT: "Viva a Vida, Não Julgue", segundo momento, pela tarde, no dia 18.08.17, no auditório da Procuradoria Geral de Justiça. Após abertura do evento, foi proferida palestra do Promotor de Justiça Dr. Marco Aurélio Farias de Silva do MP de Pernambuco. Participaram entidades do Movimento LGBT, Movimento Social, Promotores/as de Justiça, estagiários  e servidores/as do MPMA, gestores da rede estadual de ensino, estudantes universitários.

A mesa de abertura contou com a presença do Procurador-Geral de Justiça em exercício, Dr. Francisco Barros, coordenadores do CAOP/DH e CAOP/Educação, Dra. Sandra Elouf e Dr. Paulo Silvestre Avelar, com o Defensor-Geral  do MA, Dr. Werther de Moraes Lima, com o Presidente da Comissão de DH da Assembleia Legislativa, Dep. Roberto Costa, com representante do Comando Geral da Polícia Militar,  Diretora do Núcleo da Diversidade Sexual do CAOP/DH, Dra. Samira Mercês,  Diretora da ESMP, Dra. Ana Tereza, Secretária Municipal da Criança e Assistência Social, Dra. Andreia Lauande, com o representante do Grupo Gayvota, Betinho Lima,  com o Presidente do Conselho Estadual de Direitos LGBT, Airton Ferreira e o palestrante convidado, Dr. Marco Farias.





Seminário sobre Direitos LGBT: "Viva a Vida, Não Julgue", primeiro momento, pela manhã, no dia 18.08.17, na Escola Superior do Ministério Público. A oficina foi voltada aos/às Promotores/as de Justiça, estagiários/as de direito e servidores/as   do MPMA, oferecida pelo Promotor de Justiça Dr. Marco Aurélio Farias de Silva, coordenador do Centro de Apoio Operacional das Promotorias de Justiça da Cidadania do MP de Pernambuco. Abriram o evento a Promotora de Justiça Dra. Samira Mercês, Diretora do Núcleo da Diversidade Sexual do CAOP/DH, a coordenadora do CAOP/DH, Dra. Sandra Elouf,  o Procurador Geral de Justiça em exercício  Dr. Francisco Barros, Dra. Ana Tereza, Diretora da ESMP e o Presidente do Conselho Estadual de Direitos LGBT, Airton Ferreira.




Reunião no dia 26 de maio de 2017, na sala de reuniões da PGJ, com várias instituições e entidades ligadas à educação, para apresentação do Projeto “Conhecendo a História Afro-brasileira”, que visa garantir, no Maranhão, a efetivação das Leis nº 10.639/03 e 11.645/2008, fazendo inserir no currículo do ensino fundamental e médio dos sistemas de ensino das redes pública e privada a história da África e Afro-brasileira.

 Participaram a Coordenadora do Caop-Dh, Sandra Elouf, os/as Promotores/as de Justiça Lana Pessoa (CAOP-DH), Paulo Avelar (1ª Promotoria da Educação) e Érica Beckman (CAOP- Educação), SEDUC, SEMED, Secretaria da Igualdade Racial - SEIR, UFMA, UEMA, IFMA, IEMA, Conselho Municipal de Educação, movimentos negros e outras instituições, a exemplo das Fundações Josué Montello e Sousândrade, NEABE e NEÁFRICA, com atuação no tema, e que se fizeram representar no evento, dispostas à execução do projeto que objetiva até 2018 efetivar as leis em todo o Estado.

 Assinatura do Ato Regulamentar nº 10/2017 no dia 17 de maio de 2017, no gabinete do Procurador-Geral de Justiça. O Ato “regulamenta a atuação do Ministério Público na proteção do direito fundamental à não discriminação e não submissão a tratamentos desumanos e degradantes de pessoas travestis e transexuais, especialmente quanto ao direito ao uso do nome social”.

Estiveram presentes o Procurador-Geral, Luiz Gonzaga Coelho, a Coordenadora do CAOP/DH, Procuradora de Justiça Sandra Mendes Alves Elouf, a Promotora de Justiça integrante do CAOP/DH na pasta de Diversidade Sexual, Lana Barros Pessoa, o presidente do Conselho Estadual dos Direitos LGBT, Airton Ferreira, a representante da Associação Maranhense de Travestis e Transexuais (Amatra), Andressa Sheron Santana Dutra, o representante do Núcleo LGBT da Defensoria Pública, Defensor Thiago Josino de Arruda, a representante da Comissão de Direitos Humanos da OAB/MA advogada Daniela Rocha de Sá e representante da AMPEM Promotor de Justiça Carlos Augusto Soares.

 Participação do CAOP/DH no Encontro Regional de Santa Inês, nos dias 27 e 28 de abril. A Coordenadora do Núcleo de Igualdade Étnico-Racial, Dra. Samira Mercês apresentou aos Promotores de Justiça da região os dois projetos que serão desenvolvidos pelo CAOp/DH: "Conhecendo a História", que trata da inclusão da “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena” no sistema curricular oficial da rede de ensino maranhense, atendendo às orientações das Leis Federais nº 10.639/03 e 11.645/2008 e o “Viva a Vida, não Julgue!”, que vai trabalhar ações para resguardar os direitos humanos LGBT. O objetivo da apresentação é obter a adesão das Promotorias de Justiça para a realização dos projetos.

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2022 - O Ministério Público do Maranhão contra toda forma de discriminação e violência

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.