Junho Violeta
Foto geral Sambaiba 1Mesa Sambabiadisucrso PGJ em SambaibaPromotor SambaibaDr Marco em SambaibaApresentação alunos SambaíbaFoto geral 2Alunos apresentaçãoFabrício SilvaRodrigo Coelho sancionando leiPrefeito Sambaiba sancionando lei O Ministério Público do Maranhão lançou, nesta quarta, 30 de maio, a campanha institucional “Quem escolhe o seu caminho? Você ou as drogas?” nos municípios de Sambaíba e São Raimundo das Mangabeiras. Os eventos reuniram autoridades religiosas, sociedade civil, militares, estudantes, conselheiros tutelares e de direitos, promotores de justiça, professores e demais profissionais da área da educação, membros do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.

Iniciada em 2013, a campanha é desenvolvida na capital e no interior do estado e tem como objetivo principal prevenir o uso de drogas por meio de palestras e atividades artísticas, como os concursos de redação, poesia e desenho.

O lançamento no município de Sambaíba, termo da comarca de São Raimundo das Mangabeiras, foi realizado às 9h, na Câmara de Vereadores.

O procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho; o promotor de justiça da comarca de São Raimundo das Mangabeiras, Thiago Barbosa; o diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais (Secinst), Marco Antonio Santos Amorim; o prefeito de Sambaíba, Raimundo Santana; a presidente da Câmara Municipal, vereadora Luzia Mota; a secretária de Educação de Sambaíba, Maria Zélia; o prefeito de São Raimundo das Mangabeiras, Rodrigo Coelho; o juiz de São Raimundo das Mangabeiras, Haniel Sóstenes; o representante da OAB-Balsas, o advogado Aciole Cardoso; o representante da Polícia Militar, major Carlos Rogério, compuseram a mesa solene.

Na abertura do evento, o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga, falou sobre a complexidade dos problemas ocasionados pelas drogas. “A questão das drogas não se vincula apenas à criminalidade. Sua complexidade envolve aspectos da saúde pública, de educação e, principalmente, de efetividade de direitos humanos e do princípio da dignidade”, explicou. O chefe do MPMA também destacou a importância da Política Municipal sobre Drogas. “O resultado que esperamos, a partir deste evento, é desafiador, mas urgente e necessário. Trazer a questão da institucionalização da Política Municipal sobre Drogas e garantir o protagonismo dos jovens são as linhas que nos unem”, finalizou Luiz Gonzaga.

O promotor de justiça Thiago Barbosa afirmou que o lançamento da campanha nos dois municípios é resultado de uma necessidade, pois a droga chega nos mais distantes lugares. "Mesmo que este problema não tenha chegado na sua família, é, sem dúvida, uma questão que atinge todos nós. Os reflexos negativos causam impacto em todos nós”, refletiu.

Em seguida, o diretor da Secinst apresentou a campanha. Marco Antonio Amorim falou sobre drogas lícitas e ilícitas. Em sua fala, alertou especialmente as crianças, adolescentes e jovens presentes, para que não tenham a curiosidade de experimentar as drogas. "Quem experimenta drogas pela primeira vez corre o risco de não ter forças para voltar. É melhor fazer a opção consciente de se manter longe desse caminho”, explicou Marco Antonio.

A programação também contou com uma apresentação cultural, feita pelos alunos da rede municipal de ensino.

SÃO RAIMUNDO DAS MANGABEIRAS

Na tarde da quarta-feira, 30, a campanha foi lançada em São Raimundo das Mangabeiras, na Câmara de Vereadores.

Em sua fala, o chefe do MPMA destacou o empenho do MPMA em mudar a realidade do Maranhão, através dos programas institucionais. “Esta campanha é de fundamental importância porque a droga, infelizmente, é um problema de grandes proporções, que não escolhe classe social, idade ou lugar. Nós, do Ministério Público do Maranhão, estamos levando essa campanha a todos os municípios do nosso estado. É um investimento que fazemos no futuro dos nossos jovens. É um investimento que fazemos na vida”, afirmou Luiz Gonzaga.

De acordo com o titular da promotoria de são Raimundo das Mangabeiras, o promotor de justiça Thiago Barbosa, “um dos objetivos da campanha é evitar que nossas crianças e adolescentes passem por este mal.” Ele conclamou todos os presentes a replicar a mensagem e pediu aos professores a debaterem o tema na sala de aula e demais espaços da escola.

O diretor da Secinst, Marco Antonio Amorim, conversou com os estudantes e falou sobre drogas lícitas e ilícitas, tipos de drogas, efeitos de uso a curto e longo prazo. "Quem usa drogas tem um comprometimento negativo da vida. É melhor fazer a opção consciente por não usar”, falou.

O evento contou, ainda, com a participação do ex-usuário de drogas Fabrício Silva, que fez questão de dar o seu depoimento aos jovens. Ele usou vários tipos de drogas até 2010 e considera o dia 15 de junho de 2011 um renascimento, quando parou de usar entorpecentes e se internou no grupo de apoio Fazenda Esperança, onde passou um ano se recuperando, recluso por decisão própria. "Jovens, afastem-se das drogas, não tenham essa curiosidade. Estudem, respeitem seus pais, mães, professores. Quem usa drogas esquece todos os princípios. Levem a vida pra frente de forma honesta”, alertou Fabrício.

Ao final da solenidade, o procurador-geral de justiça foi homenageado pelo Poder Executivo de São Raimundo das Mangabeiras pelos bons serviços prestados pelo Ministério Público na região. Ele recebeu o chapéu de sertanejo, representando o reconhecimento que, assim como os sertanejos que ajudaram a desenvolver a cidade com seu trabalho, também contribui com o desenvolvimento regional pelos projetos e ações à frente do Ministério Público do Maranhão.

Gonzaga é natural de Loreto, município vizinho a São Raimundo das Mangabeiras. "Sinto-me duplamente honrado com a homenagem, por ser filho desta terra e por estar representando o Ministério Público maranhense”, destacou.

Também foram homenageados os promotores de justiça Marco Antonio Amorim e Thiago Barbosa, pelos bons serviços dispensados à comunidade.

LEIS SANCIONADAS

Ao final dos eventos, os prefeitos de Sambaíba, Raimundo Santana, e de São Raimundo das Mangabeiras, Rodrigo Coelho, sancionaram três leis municipais.

As leis tratam sobre a criação de Políticas sobre Drogas e do Fundo Municipal de Políticas sobre Drogas nos municípios e estabelecem as diretrizes para a criação do Conselho Escolar sobre drogas em todos os estabelecimentos de ensino do município e do selo “escola consciente”.

Redação e fotos: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2018 - 30 anos da Constituição Cidadã: o Ministério Público na construção da democracia

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.