DSC 0246Uma reunião realizada na segunda-feira, 10, na sede das Promotorias de Justiça da Capital, tratou do desabastecimento de hemocomponentes nas unidades de saúde do Estado do Maranhão. A medida faz parte de um procedimento administrativo instaurado pela 19ª Promotoria de Justiça Especializada de Defesa da Saúde de São Luís para fiscalizar as atividades do Hemomar (o Centro de Hematologia e Hemoterapia do Maranhão), com enfoque nas questões sanitária e de abastecimento.

A promotora de justiça Glória Mafra, titular da Promotoria, coordenou a reunião, que contou com as participações de servidores da Secretaria de Estado da Saúde, Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) e do Hemomar.

Segundo a integrante do Ministério Público do Maranhão, denúncias de familiares de pacientes da rede hospitalar pública dão conta de que as cirurgias estão sendo suspensas devido à falta de hemocomponentes, que são os produtos gerados em serviços de hemoterapia, por meio de técnicas de centrifugação, que permitem o fracionamento da bolsa de sangue total em concentrados de hemácias, de plaquetas e de plasma.

Dentre as providências adotadas no âmbito do procedimento, foram feitas uma inspeção no Hospital do Câncer Tarquínio Lopes, que recebe os hemocomponentes do Hemomar e encaminha para as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs), e também uma visita técnica ao próprio Hemomar. “Lá foi constatado um desabastecimento crítico, o que nos deixa bastante preocupados, sobretudo porque estamos num período pré-carnavalesco, que é quando aumenta a procura por doação de sangue e diminui a quantidade de doadores voluntários”, relatou.

Outra situação grave apontada pela promotora é o descarte de hemocomponentes encaminhados para as UPA´s, quando não ocorrem as transfusões para os pacientes. “Esse material é jogado fora pela perda de qualidade, haja vista não existir local adequado para o acondicionamento, bem como logística eficaz para a devolução dos hemocomponentes ao Hemomar ainda em condições de uso”.

PLANO DE CONTINGÊNCIA

Uma comissão técnica formada pela promotora de justiça e pelos servidores da Secretaria de Saúde, Emserh e Hemomar decidiu elaborar um plano de contingência, que vai entrar em vigor já no período carnavalesco, a fim de enfrentar o desabastecimento dos hemocomponentes. Para debater os detalhes desse plano, uma nova reunião vai ser realizada nesta quinta-feira, 13, às 9h30, na sede das Promotorias de Justiça da Capital.

De acordo com Glória Mafra, uma das ações a serem efetivadas é uma campanha para estimular as doações de sangue externas, ou seja, fora do espaço do Hemomar.

Redação e foto: CCOM-MPMA

Mais notícias sobre São Luís. 

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2020 – O Ministério Público no fortalecimento do controle social

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.