DSC 0606DSC 0612DSC 0611O Centro Cultural e Administrativo do Ministério Público do Estado do Maranhão (CCMP) abriu, na última sexta-feira, 20, a exposição coletiva Identidades. A mostra, iniciada no Dia da Consciência Negra, traz obras em diversos suportes e linguagens, buscando construir um painel representativo da diversidade cultural e artística de origem afro-maranhense.

A exposição, que fica em cartaz até 4 de dezembro, traz obras em papel machê com garrafas pet, cerâmica, pinturas com acrílica sobre tela, ilustrações digitais e esculturas variadas. Para Francisco Colombo, um dos curadores da exposição, ao lado de Dulce Serra, essa variedade “só confirma a ideia da riqueza, da pluralidade da nossa cultura”.

Também estão em exposição algumas peças representativas da arte indígena no Maranhão, que são do Centro de Pesquisa em História e Arqueologia do Maranhão. Entre os artistas participantes da coletiva Identidades estão Nilma Teresa Alves, Vanusa Moraes Ribeiro, Márcia Rosana Brito, Vitória Rodrigues, Sidney Colins, Ângela Ferreira, Izabel Matos, Jean Charles, Thiago Cruz e Tassila Custodes.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a exposição só pode ser visitada mediante agendamento pelo email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou pelos telefones 3219 1997 ou 3219 1998.

Redação: Rodrigo Freitas (CCOM-MPMA)

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2021: O Ministério Público do Maranhão na defesa dos direitos humanos e da efetividade das políticas públicas

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.