caminhada idoso 5caminhada idoso 4caminhada idoso 3caminhada idoso 7caminhada idoso 9caminhada idoso 1caminhada idoso 6Uma caminhada por um trecho do centro histórico de São Luís marcou o lançamento da campanha “Idoso Consciente: voto inteligente”, neste domingo, 19, idealizada pelas Promotorias de Justiça de Defesa do Idoso e com o apoio da Procuradoria Geral de Justiça e da Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (Ampem).

Depois da concentração, realizada na Praça Pedro II, às 8h, onde os participantes fizeram alongamento, a caminhada seguiu até a Praça Benedito Leite.

Participaram do evento membros do MPMA, sociedade civil organizada, vereadores, dirigentes de órgãos públicos estaduais e municipais e uma grande quantidade de idosos.

O objetivo da campanha é conscientizar a população idosa acerca da importância do voto, bem como estimular a participação desse segmento nas eleições gerais do dia 7 de outubro.

No Brasil, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), existem 27.708.436 eleitores idosos, o que equivale a 18,80% do total. No Maranhão, esse número é de 711. 369 eleitores idosos, ou seja, 15,68%. Nas últimas eleições, a abstenção dentre a população acima de 60 anos de idade chegou a quase 70% no Maranhão.

Presente à caminhada o aposentado Manoel Ramos, o “seu Maneco”, de 95 anos e que vota desde os 18, ainda se diz entusiasmado com a participação na política. “O voto é a única arma que temos para nos defender dos maus políticos. E por isso peço que principalmente os mais jovens votem com consciência para melhorar o nosso país”, sugeriu.

“Com esta iniciativa, queremos incentivar as pessoas idosas a exercerem sua cidadania, votando e cobrando dos seus representantes a efetivação de políticas públicas destinada a esse segmento, tão importante na vida de qualquer nação”, afirmou o promotor de justiça José Augusto Cutrim Gomes, titular da 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Idoso de São Luís

Ao saudar todos os participantes da caminhada, o procurador-geral de justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, enfatizou que o Ministério Público defende com vigor a participação da pessoa idosa nas atividades políticas. “A cidadania não tem idade”, enfatizou.

MEMBROS DO MPMA

O Ministério Público do Maranhão ainda esteve representado na caminhada pelos promotores de justiça Esdras Liberalino Soares Júnior (da 2ª Promotoria do Idoso de São Luís), Tarcísio José de Sousa Bonfim (presidente da Ampem), Marco Antonio dos Santos Amorim (diretor da Secretaria para Assuntos Institucionais), Marcio Thadeu Silva Marques (diretor da Escola Superior do Ministério Público), Doracy Moreira Reis (da 1ª Promotoria de Fundações de São Luís), Emmanuella de Barros Bello Peixoto (de Substituição Plena de São Luís), Camila Gaspar Leite (da 1ª Promotoria Especializada de Açailândia), Gustavo de Oliveira Bueno (da 2ª Promotoria de Viana), Peterson Azevedo de Abreu (2ª Promotoria de Buriticupu) e Rogernilson Ericeira Chaves (de Penalva).

Redação: José Luís Diniz (CCOM-MPMA)
Fotos: Fernando Costa (CCOM-MPMA)

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2018 - 30 anos da Constituição Cidadã: o Ministério Público na construção da democracia

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.