logo mpma horizontal topo

Mapa Santa Rita O Ministério Público do Maranhão, por meio da Promotoria de Justiça de Santa Rita, ajuizou no dia 1º de dezembro, duas ações de execução contra o Município de Santa Rita, uma por quantia certa fundada em título executivo extrajudicial e a outra de obrigação de fazer.

As duas ações se referem ao descumprimento de cláusulas de um Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o prefeito de Santa Rita, Antônio Cândido Ribeiro, no dia 23 de janeiro de 2014, referente à realização de concurso público no município. Dentre as obrigações firmadas, estavam o encaminhamento de projeto de lei, prevendo a criação de cargos, à Câmara, até março de 2014; a divulgação de edital de inscrições até o mês de agosto, com nomeação prevista até o mês de dezembro; e a rescisão de todos os contratos de trabalho, com a nomeação de efetivos concursados até dezembro.

Diante do não cumprimento dos compromissos assumidos, na Ação de Execução por Quantia Certa, a promotora de justiça Karine Guará Brusaca Pereira Pereira requer a execução de multa fixada no referido TAC, no valor de R$ 245 mil.

Já no que se refere à Ação de Obrigação de Fazer, a promotora requer que a Prefeitura apresente em juízo, no prazo de 20 dias, a cópia de lei municipal criando cargos a serem providos mediante concurso, com a realização do mesmo no prazo de 90 dias, com a posse aos aprovados e exoneração de servidores contratados em 120 dias. O MPMA requer, ainda, o pagamento de multa no valor de R$ 1mil por dia de atraso no cumprimento das obrigações.

A cidade de Santa Rita está localizada a 80Km da capital São Luís.

Redação: CCOM-MPMA

 

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2017 - O Ministério Público e o cidadão no combate à corrupção

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.