Laço Novembro Azul
selma okA promotora de justiça Selma Martins, titular da 2ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Mulher da capital, foi a entrevistada do programa Estação Ministério Público, no último sábado, 11.

A entrevistada abordou o crime de feminicídio, a importância de combater a cultura do machismo e as diversas formas de violência contra mulher. A promotora relatou que os casos de violência doméstica são muito comuns. Um indicativo são os mais de 9.000 processos tramitando em São Luís, além de inúmeros casos em que as vítimas não denunciam as agressões.

Ela também explicou como procurar ajuda dos órgãos públicos e o papel do MPMA no combate aos crimes de violência contra mulher.

Outro assunto tratado foi a campanha Maria da Penha em ação, que é realizada pelo Ministério Público do Maranhão na capital há cinco anos. Também foi relatado quão importante foi a Lei Maria da Penha para a mulher vítima de violência. Segundo Selma Martins, não há registros de vítimas de feminicídio com medida protetiva na capital, o que reforça a eficácia das medidas protetivas, que resultam no afastamento ou até a prisão preventiva do agressor.

Como parte da campanha Maria da Penha em Ação, uma caminhada está prevista para o dia 24 de novembro, às 8h, na Rua Grande.

De acordo com dados do Departamento de Feminicídio do Maranhão da Polícia Civil, esse tipo de crime vitimou de março até novembro deste ano, 29 mulheres no Maranhão. Foram registradas ainda 13 tentativas. Em menos de 15 dias, três casos foram registrados, dois em São Luís e um em Imperatriz.

O programa Estação Ministério Público vai ao ar todos os sábados, ao vivo, às 9h, pela Rádio Jovem Pan News São Luís AM 1340KHz.

Redação e Foto: Daucyana Castro (CCOM-MPMA)



Clique aqui para baixar o áudio

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2017 - O Ministério Público e o cidadão no combate à corrupção

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.