claudio cabral okO promotor de justiça José Cláudio Cabral Marques foi o entrevistado da edição do último dia 7 do programa Estação Ministério Público. Ele é o coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal (CAOp Crim).

Na pauta, o relatório sobre dados de feminicídios registrados no Maranhão em 2017. Os dados apresentados em março deste ano revelam que no ano passado 50 mulheres perderam suas vidas, vítimas de feminicídio. Cláudio Cabral detalhou os dados, que mostram que grande parte da violência aconteceu dentro dos próprios lares (58%), no período noturno (56%) e os crimes foram cometidos por cônjuges e companheiros em 36% dos casos.

O promotor de justiça falou, também, a respeito de projetos que o CAOp Crim vem trabalhando no sentido de apresentar ao Estado mudanças necessárias no sistema de saída temporária de presos.

O programa contou com várias participações de ouvintes. O membro do MPMA ainda especificou os dados do relatório de “Estatísticas das ocorrências de CVLI, na Grande Ilha de São Luís, no ano de 2017”. CVLIs são os Crimes Violentos Letais Intencionais e englobam homicídios dolosos, latrocínios, lesões corporais seguidas de morte e outros crimes que resultem em morte.

O programa Estação Ministério Público vai ao ar todos os sábados às 9 da manhã, ao vivo, pela rádio Jovem Pan News São Luís AM 1340 Khz.

Redação e Fotos: Daucyana Castro (CCOM-MPMA)



Clique aqui para baixar o áudio

Página Principal

Conteúdo

Notícias

Voltar ao topo

2018 - 30 anos da Constituição Cidadã: o Ministério Público na construção da democracia

Ministério Público do Estado do Maranhão © 2011 - É proibida a reprodução, alteração, distribuição e republicação de material contidos neste Portal, sem prévia autorização.